Roberto Castro/MTur
Ministério do Turismo lança Programa Turismo Seguro
Reunião contou com presença do ministro Gilson Machado Neto

Ministério do Turismo lança Programa Turismo Seguro

Iniciativa envolve 59 ações em sete eixos que ampliam a sensação de segurança dos turistas no país

  • 22/02/2022 às 09:02
Fonte: Ministério do Turismo

Desenvolver ações e políticas públicas para ampliar a sensação de segurança dos turistas no país. Este é o objetivo do “Programa Turismo Seguro”, lançado nesta terça-feira (01.02), pelo Ministério do Turismo e pela Embratur, durante a 1ª reunião do Fórum de Segurança Turística, em Brasília (DF). A iniciativa, pioneira no país, contempla 59 ações divididas em sete eixos de atuação que envolvem a segurança pública, a prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo, as relações de consumo no turismo, o transporte de turistas, a defesa civil, a vigilância sanitária e a comunicação positiva.

Participando diretamente de Recife (PE), o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destacou que a proposta é um marco para o setor do país, visto a necessidade de se transmitir informações fidedignas sobre o tema. “Estamos concretizando e vamos tirar do papel propostas que devem aprimorar a segurança turística no nosso país. Uma demanda antiga que só agora estamos dando um espaço adequado e que, sem dúvida, refletirá no crescimento do nosso setor”, disse.

Para a elaboração do “Programa Turismo Seguro”, o Ministério do Turismo e a Embratur se reuniram durante o ano de 2021 no intuito de desenvolver propostas que atendessem com eficiência à população. Ao final destas reuniões foram criadas 59 ações, entre elas o mapeamento de delegacias especializadas, a criação de um diagnóstico de segurança turística e de um painel de monitoramento de adesões ao Código de Conduta desenvolvido pela Pasta, além da definição de estratégias sobre segurança e turismo.

A diretora do Departamento de Inteligência Mercadológica e Competitiva do Ministério do Turismo, Nicole Facuri, ressaltou que o Programa foi construído a partir do entendimento do potencial que a atividade turística tem para a geração de emprego e desenvolvimento no Brasil. “A gente pretende disponibilizar um documento orientador acerca das ações do Ministério do Turismo direcionadas à segurança turística. Trata-se de um esforço de planejamento integrado para que as políticas sejam assertivas, amparados nas melhores práticas do governo federal. É um trabalho muito árduo de articulação para que a gente possa abranger todos esses vieses de segurança que a gente está propondo”, pontuou.

O presidente do Fornatur, Fabrício Amaral, parabenizou a iniciativa do Ministério do Turismo na criação do programa e lembrou da importância de se mobilizar reunir os demais entes da federação. “O Fórum Nacional pode ajudar muito, envolver a governança, cada um com as suas competências. Tanto aos secretários estaduais e municipais precisamos nos envolver, sobretudo das grandes capitais e dos maiores destinos e engrossar esse caldo aí que está muito bonito. Parabéns ao Ministério do Turismo por ditarem o ritmo das coisas. Contem com a gente”, ressaltou.

Entre as expectativas do Programa, está a contribuição para o posicionamento do Brasil como um destino seguro, a sensibilização dos diversos atores que contribuem para a segurança turística, a melhoria das relações de consumo do turismo e a troca de informações entre instituições com gerência sobre defesa civil.

FÓRUM DE SEGURANÇA – Instituído em outubro de 2021, o Fórum de Segurança Turística teve a sua primeira reunião realizada nesta terça-feira (01.02). De forma híbrida, o encontro tratou do eixo Segurança Pública e teve como tema “a importância dos dados de segurança pública em benefício da segurança turística”. Para apresentar o assunto foram convidados dois especialistas, o Coordenador-Geral de Implementação do SINESP, do Ministério da Justiça, que apresentou o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública-SINESP e a Dra. Patrícia Alemany, Delegada Titular da Delegacia de Atendimento ao Turismo do Rio de Janeiro, que apresentou o estudo desenvolvido na capital fluminense sobre o tema. Ainda durante o encontro, foram debatidos os primeiros encaminhamentos para o desenvolvimento de ações no segmento.

FAÇA PARTE

Participe agora mesmo do Portal Sebrae de Ecoturismo e tenha acesso a maior plataforma online com conhecimentos, boas práticas e oportunidades no Turismo Sustentável. É totalmente gratuito e fácil para empreendedores, gestores e profissionais que atuam nos destinos brasileiros.

Sebrae

Polo Sebrae de Ecoturismo

Uma iniciativa do Sebrae e instituições parceiras para fortalecer o Ecoturismo e o Turismo de Natureza nos destinos do Brasil.

Contato

  • Rua Coronel Pilad Rebuá, 2480 - Bonito - Mato Grosso do Sul
  • [javascript protected email address]
  • (67) 3255-6500